quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Porque já passou o Natal

Como manda a tradição anual julianesca, peguei uma faringite bem agressiva, porque as festas de fim de ano não são a mesma coisa sem uma boa visita ao otorrinolaringologista, por isso, a demora em postar.

Sabem, eu não acredito em anjos. Não acredito mágica e em sentimentos puros demais. Eu acredito na humanidade dessa espécie fascinante que somos. Eu acredito nos amigos verdadeiros, na fidelidade de um bom vira-latas e acredito numa força incrível que todos nós temos.

Quando sinto um vento forte eu abro os braços e gosto de tê-lo passando entre meus dedos e membros numa sensação de abraço infinito. Eu não entendo algumas coisas, nem o motivo da intensidade com que as sinto, mas algumas vezes me rendem bons versos e lembranças incríveis.

Essa melancolia de fim de ano, que vem junto com as luzes das decorações natalinas me inspirou a fazer minha lista de intenções que compartilho aqui. É, acaba que tem um quê de propaganda de fim de ano de companhia de celular ou banco privado, mas é meio inevitável esse sentimento de "vamos começar de novo", "tudo vai dar certo."

1- Em 2011, prometo correr descalça e com os braços abertos na área verde de perto de casa.

2- Prometo sorrir mais, com ou sem motivo.

3- Prometo levar meu pai para assistir um show do Chico Buarque.

4- Prometo desconfiar menos das pessoas, mesmo que uma hora ou outra eu quebre a cara. O prazer de acreditar gratuitamente vale o risco.

5- Prometo ler mais quadrinhos.

Desejo que todos os sonhos de vocês se realizem.


Caríssimos, tenham um feliz 2011.


quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Alguém conhece uma declaração melhor?

Depois de bons incentivos criei vergonha e regularizo minhas postagens. Agora as atualizações virão sempre as terças-feiras, terceiro dia da semana que, aliás, é o meu número favorito. Ah, também coloco um vídeo lindinho de uma das mais linda declarações de amor que conheço.

Chega de saudade


video

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Você

Prometo que ainda vem um texto fofinho ou engraçado antes do fim do ano. ;P

Você

De que material é feito?

Qual é o sangue que corre nas veias e qual é a carne que veste os ossos?


Você


É ser ou é humano?


Nestes tempos urgentes, só amo saudades do inventado.


O que te emociona?


Que tipo de tesouros guarda dos que lhe são caros?


Você


Chora? Corta?


Eu quero um mundo de plástico bolha, descartável e macio.